Porto Alegre, sábado, 14 de abril de 2018.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Equatorianos fazem vigília por jornalistas sequestrados por dissidentes das Farc

Amigos de dois jornalistas equatorianos e de um motorista do jornal El Comercio sequestrados por dissidentes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) fizeram vigília em Quito neste sábado (14). O sequestro foi na fronteira equatoriana com a Colômbia em março. O jornalista Javier Ortega Reyes, 32 anos, o fotógrafo Paul Rivas Bravo, 45 anos, e o motorista motorista Efraín Abril, 60 anos, estavam realizando um documentário sobre a retomada da violência na região devido à ação de ex-guerrilheiros, que estariam realizando ataques a cidades da fronteira. O presidente do Equador, Lenín Moreno, disse ter informação que confirma as mortes. "Não recebemos prova de vida", disse Moreno em uma mensagem transmitida pela televisão. "Parece que esses criminosos nunca tiveram a vontade de entregá-los sãos e salvos." Moreno anunciou ainda o lançamento de ações militares na fronteira onde ocorreu o sequestro. 
 

FOTO Cristina VEGA/AFP/JC
14/04/2018 - 23h57min